Tragédia no futebol: avião da Chapecoense cai e deixa 71 mortos

0
1298
Avião que levava a Chapecoense caiu próximo a Medellín, na Colômbia - Defesa Civil/Divulgação / CP

O avião que transportava a equipe de futebol da Chapecoense para disputa da final da Copa Sulamericana, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29/11), com 77 pessoas a bordo, sendo 68 passageiros e nove tripulantes. A polícia colombiana confirmou a morte de 71 pessoas até o momento.

Entre as pessoas que estavam na aeronave, havia jogadores, dirigentes esportivos e jornalistas. O avião era um British Aerospace 146, gerenciado pela companhia boliviana Lamia.

Ele teria desaparecido do radar e feito um pouso forçado, devido a uma falha elétrica, em Cerro Gordo, nas proximidades da cidade de La Unión. Fontes locais dizem que a aeronave estava a apenas cinco minutos de voo do aeroporto mais próximo, mas o piloto decidiu arriscar o pouso antes.

Ele teria, inclusive, esvaziado os tanques de combustível para evitar uma explosão. O avião, que havia decolado de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, tinha como destino final o município colombiano de Medellín, onde a Chapecoense disputaria as finais da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.

Clubes de futebol e jogadores manifestam solidariedade à Chapecoense

Diversos clubes de futebol e jogadores se manifestaram em solidariedade à Chapecoense, dos times cariocas, Flamengo, Fluminense e Vasco, lamentaram o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. Grêmio e Atlético Mineiro, que jogariam a partida adiada da final da Copa do Brasil, também manifestaram seu apoio ao clube catarinense.

Clubes internacionais

O clube inglês de futebol Manchester United divulgou em suas redes sociais  comunicado dizendo que “os pensamentos de todos do Manchester United estão com o time de futebol da Chapecoense e com todos aqueles que foram afetados pela tragédia na Colômbia. Força Chapecoense”. O clube da cidade de Manchester passou por situação semelhante em 6 de fevereiro de 1958, em acidente aéreo que matou oito atletas do clube inglês e outras 15 pessoas. A aeronave foi abatida por uma intensa tempestade de neve enquanto tentava decolar do aeroporto de Munique, na Alemanha.

O clube italiano de futebol Torino também declarou no  Twitter que seus integrantes estão “comovidos pela tragédia com a Chapecoense. É um destino que nos une intimamente. Força Chapecoense. Vocês têm amigos fraternais”. A equipe italiana de Turim foi abatida por um desastre semelhante em 4 de maio de 1949. O avião retornava de Portugal após partida contra o Benfica e sofreu um forte nevoeiro, chocando-se contra a Basílica de Superga, na Itália, matando todos os 42 tripulantes na mesma hora. Grande parte dos jogadores faziam parte da seleção italiana que viria a disputar a Copa do Mundo de 1950, no Brasil.

Jogadores

Jogadores de futebol também estão usando as redes sociais para registrar seu apoio. Um deles foi o argentino Lionel Messi, que definiu o acidente como “desolador”.

*com informações da Agência Ansa e da Agência Brasil

*matéria modificada às 06h12 do dia 30/11/2016 após novas informações das agências

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Entre com seu nome por favor