Primeiro semestre de 2017 tem maior registro de roubos da história de São João Nepomuceno

0
553

De acordo com os dados publicados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) de Minas Gerais, o primeiro semestre de 2017 foi o que registrou maior número de roubos consumados em São João Nepomuceno desde o início da série histórica dos levantamentos, realizados a partir de 2012.

Segundo o número de Registro de Eventos de Defesa Social (REDS), oficialmente, foram registradas 15 ocorrências neste ano , consolidando o aumento constante na criminalidade na cidade, que desde 2013, não registra queda no índice – (fora os não registrados).

Os números divulgados apontam um crescimento de 15% no número de roubos em comparação com o mesmo período de 2016, quando foram 13 registros, e um aumento de 50% em relação ao ano de 2015, com 10 roubos, e de mais de 100% se comparado com 2014, quando foram 7 registros.

Índice de homicídios iguais aos de cidade grande

O revolver calibre 22 e as munições foram apreendidas. - foto: Polícia Militar

O número de óbitos por assassinato em São João Nepomuceno nos últimos 2 anos passa de 15. A maioria são crimes cometidos por jovens, causados por brigas de gangue e envolvimento com tráfico de drogas.

A última ocorrência aconteceu na noite de sábado, 19 de agosto.  Ocupantes de um veículo não identificado alvejaram dois rapazes na Rua Servidor Público Municipal, bairro São Cristovão (Benetti). O de 26 anos morreu na hora. O outro, de 23, foi encaminhado ao PAM. No local, foram encontrados 54 cartuchos deflagrados calibre 380 e 9 mm.

Leia mais: Homem é morto a tiros e outro fica ferido na noite de sábado em SJN

De acordo com os números da SESP-MG, entre o segundo semestre de 2015 e o primeiro de 2017 foram registrados 16 homicídios consumados em São João Nepomuceno. Além disso, no mesmo período foram registradas outras 16 tentativas de assassinato. A ocorrência do último sábado (19/08) ainda não está contabilizada nos números da SESP.

Quem vive em São João Nepomuceno sabe que os números apresentados acima refletem abaixo da realidade. No dia a dia, o número de assaltos, roubos, pequenos crimes e até mesmo mortes, é maior.

Nos últimos 20 meses , foram publicados mais de 100 post na editoria “Polícia”, do Portal SJ Online.

Plantao Policial

Nas ruas e nas redes sociais os cidadãos declaram estar com medo do crescimento da violência no município e não é para menos, já que nos dois anos anteriores os registros dão conta de 2 homicídios consumados e 10 tentativas.

Os números são ainda mais expressivos quando se leva em consideração período anterior a 2013, quando não nos registros da SESP registros de homicídios consumados na cidade, período em que a população ainda considerava a “Garbosa” como uma cidade “tranquila” para se viver.

Apesar de não refletirem exatamente a realidade, os números apresentados na matéria – oficiais do Governo de Minas – refletem sim a sensação de insegurança crescente em São João Nepomuceno nos últimos anos.

De acordo com o comando da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, todo cidadão deve registrar queixas e todas as ocorrências criminosas com a PM. Somente dessa forma, com um balanço completo de ocorrências, as polícias estarão embasadas para solicitar reforços de policiamento, tanto em efetivo quanto em infraestrutura.

Comércio mobilizado

Diante de tantas ocorrências e do aumento da criminalidade, os comerciantes da cidade decidiram agir. Um grupo de lojistas vai se reunir na próxima quarta-feira (23/08), às 19h no Museu Histórico, para definir ações em conjunto para melhorar a segurança no comércio.

Por: Redação SJ Online

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Entre com seu nome por favor