Por dentro da Prefeitura #4: Secretaria de Contabilidade, Administração e Fazenda

0
1469

As finanças e a contabilidade são o oxigênio e o coração da máquina administrativa pública. Todas as secretarias, seus programas e projetos dependem do “caixa”. A quarta entrevista da série “Por dentro da Prefeitura” vai tratar da pasta que controla as receitas e despesas do Executivo: a Secretaria de Contabilidade, Administração e Fazenda.

Na atual administração, um só profissional responde pelas três áreas. Por escolha do prefeito Ernandes da Silva, o responsável pelo caixa da administração 2017-2020 será o contador Roberto Isaias de Almeida Santos.

A lei de responsabilidade fiscal é a “bíblia” da contabilidade e das finanças públicas. Roberto Isaias tem experiência com prefeituras e conhece as determinações da lei de execução orçamentária. Além de contador pós-graduado na matéria,  já ocupou o cargo de secretário e contador da prefeitura de SJN em outras administrações.

Lei de responsabilidade fiscal

Na Prefeitura de Descoberto, onde trabalhou até o fim do ano passado, Roberto Isaias foi quem fechou as contas da Prefeitura de 2016 e entregou à nova administração. Em SJN, viveu o outro lado do balcão: junto com e equipe do prefeito eleito, participou da transição para receber, assumir um novo mandato.

Roberto Isaias explicou que a Prefeitura deve enfrentar desafios com diminuição de repasses e dívidas a pagar, mas que é possível vencer com a arrecadação que o município tem nos primeiros meses do ano (FPM, IPVA, IPTU, ISSQN).

fachada-prefeitura-sjn

De acordo com o secretário, a orientação passada pelo prefeito é “mão de ferro”. Só gastar com o que for realmente necessário e eliminar despesas. “É igual na casa da gente. Precisamos adequar as despesas à receita e investir no necessário”, explicou.

Novas fontes de receita e investimentos maiores parecem estar fora do radar por enquanto. De acordo com o secretário, o maior desafio para toda a gestão será manter um nível de serviço público de qualidade, com os recursos que chegarem.

Entrevista, texto e edição: Diego Camilo

  

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Entre com seu nome por favor