Mulher é detida com mais de 2 mil papelotes de cocaína que seriam vendidos no carnaval de São João Nepomuceno

0
857

Uma mulher de 34 anos foi detida com 2.731 papelotes de cocaína e mais de 947 pinos da mesma substância na noite de terça-feira (26) na BR-040, no Bairro Salvaterra, em Juiz de Fora. Segundo a Polícia Militar (PM), a droga seria comercializada no carnaval de São João Nepomuceno.

A PM informou que a operação ocorreu após receberem denúncia anônima de que a mulher seguia em um ônibus com origem do estado do Rio de Janeiro e com destino a São João Nepomuceno.

O ônibus foi interceptado no Km 729 da rodovia e informou ao motorista que havia denúncia sobre drogas que seriam supostamente trazidas por uma passageira. Quando começaram as buscas, os militares perceberam que uma mulher tentava trocar de lugar.

Questionada, ela informou que havia se levantado para ir ao banheiro. Os policiais ordenaram que ela retornasse para o assento de origem e pediram para que todos os passageiros pegassem suas bagagens de mão e permanecessem sentados.

A mulher alegou que estava viajando sem bagagem e que uma bolsa preta que estava acima de seu assento já estava no ônibus quando ela chegou. Com informações da denúncia e após a suspeita, a polícia pediu que ela descesse do veículo.

Após as buscas, encontraram na mochila que estava próximo a mulher 947 pinos de cocaína com a inscrição “CV 25 conexão carnaval 2019” e mais 2.731 papelotes da droga com a inscrição “CV 10 conexão carnaval 2019”.

Na primeira vez que foi questionada, ela alegou que não sabia a origem das drogas e que a bolsa não a pertencia. Em seguida, porém, ela confirmou que havia buscado as drogas no Rio de Janeiro, que entregaria em São João Nepomuceno e iria receber R$1 mil pelo transporte da cocaína.

Além das drogas, foram apreendidos R$ 1.271 em dinheiro que estava com mulher. Ela foi detida e encaminhada com os materiais e o dinheiro para a Delegacia de Polícia Civil, em Juiz de Fora.

Segundo a PM, a mulher é natural de Bicas e tem passagens por ameaça, furto, lesão corporal e calúnia. A denúncia anônima indicava que ela assumiu o controle do tráfico de drogas do Bairro Bela Vista, em São João Nepomuceno, após a prisão de outro traficante do local.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Entre com seu nome por favor