Conheça os vencedores do Festival Comida di Butiquim 2017 em SJN

0
2822

A organização do Trenbolone 100 Festival Comida Di Butiquim 2017, de São João Nepomuceno, divulgou na tarde desta quinta-feira (11/05) os estabelecimentos vencedores do concurso que movimentou a cidade no mês de abril.

O Anadrol gynecomastia Costelão do Bebéu, do Equipoise que es WoodStock Bar, foi eleito o http://www.giftcards.sugarlandmall.com/turinabol-kur Turinabol kur “Melhor Prato” do festival na opinião do público e dos jurados. Pelo segundo ano consecutivo, o http://www.gestiona.es/testosterone-enanthate-250-dosage Testosterone enanthate 250 dosage Brasa Gastrobar foi eleito o “Melhor Estabelecimento”, categoria em que, além do prato, a higiene, temperatura da bebida e atendimento também foram avaliados pelo público e jurados Pill form steroids .

Turinabol liver protection Confira como ficaram as notas do público e dos jurados.

CATEGORIA MELHOR PRATO – CLASSIFICAÇÃO GERAL
Jurados Público Média Geral
1 Woodstock 9,50 9,55 http://kenwoodliquors.com/what-is-haldol-side-effects What is haldol side effects 9,52
2 Brasa 10,00 8,90 Testosterone levels in men over 40 9,45
3 Bar do Julinho 9,00 9,58 Methandienone tablets price in india 9,29

 

CATEGORIA MELHOR ESTABELECIMENTO –  CLASSIFICAÇÃO GERAL
Jurados Povo Média Geral
1 Brasa 9,93 9,37 9,65
2 Bar do Julinho 9,23 9,59 9,41
3 Pé na Cova 9,00 9,65 9,33

 

Durante 30 dias do evento, os onze estabelecimentos participantes recolheram mais de 3.800 mil cédulas de votação para as duas categorias de premiação: Melhor Estabelecimento e Melhor Prato.

Categoria Melhor Prato

Costelao WoodStockO público escolheu e o júri técnico confirmou: o vencedor da categoria “Melhor Prato” foi o “Costelão do Bebéu”, do Woodstock Bar (na Matriz), com média 9,52 pontos.

“Costelão do Bebéu” – Tiras de Rojão ao molho de cevada, acompanha caponata e torrada da casa. Valor: R$21,90

(de Quarta à Domingo das 19h às 2h)

Vídeo do Prato

Para quem ainda não conhece, o WoodStock Bar dica no “Largo da Matriz” na esquina para o Parque de Exposições. A decoração é estilo Pub, com detalhes autênticos de um “butiquim” mineiro.

Melhor Estabelecimento

O Brasa Gastrobar foi o eleito o “Melhor Estabelecimento” do Festival Comida di Butiquim 2017,  considerando, além do prato, os critérios de higiene, temperatura da bebida e atendimento. O estabelecimento da dupla Bruno e Humberto recebeu média 9,45 na média de cada uma das quatro categorias, considerando os votos do público e dos jurados técnicos.


Pastel do Brasa“Pastelzinho, Uai!” – Massa assada coberta com lombo glaceado, cebola picles e molho de capim limão.

Valor: R$21,90 (Sexta e Sábado a partir das 20h/ Domingo de 12h às 16h)

Com pouco mais dois anos de existência, a casa trouxe para SJN o conceito da gastronomia simples, porém refinada e muito bem executada. Os chefs Bruno Lobão e Humberto Almeida apostam em clássicos da culinária mineira, com preparos autênticos e muito saborosos.

Os mais populares

Os bares KB+1, Bar do Julinho e Bar do Nei Cachoeira foram os 3 com maior número de cédulas de votação preenchidas: 822, 660, 511 cédulas cada, respectivamente.

Na votação popular, a diferença entre os primeiros lugares foi muito apertada e decidida nos décimos.

 MELHOR PRATO – VOTAÇÃO POPULAR (CÉDULAS)
1 KB+1 9,76
2 Kibe Cotta Mauad 9,71
3 Bar do Julinho 9,58

O voto do júri técnico, com 50% de peso, teve grande importância na decisão final.

MELHOR PRATO – VOTAÇÃO DO JÚRI TÉCNICO
1 Brasa 10,00
2 Woodstock 9,50
3 Bar do Julinho 9,00

 

MELHOR ESTABELECIMENTO – VOTAÇÃO POPULAR
Povo
1 Kibe Cotta Mauad 9,78
2 KB+1 9,77
3 Carolina Bistro 9,66

 

MELHOR ESTABELECIMENTO – VOTAÇÃO DO JÚRI TÉCNICO
Jurados
1 Brasa 9,93
2 Bar do Julinho 9,23
3 Pé na Cova 9,00

 

Dados do evento:

– 11 estabelecimentos;

– durante 30 dias;

– 3.853 votos válidos na votação popular;

– 2 jurados técnicos;

– duas categorias de premiação: uma para o Melhor Estabelecimento e outro para o melhor petisco;

Resultado positivo

Além de atrair turistas, o Festival movimenta os Bares e Restaurantes da cidade. Para a organização, os números do evento superaram a edição passada e “confirmam adesão das pessoas e a repercussão do Festival em SJN”.

De acordo com o diretor da Prefeitura, Leonardo Ribeiro, o objetivo é manter o Festival Comida Di Butiquim na agenda de eventos do município e inserir São João Nepomuceno na rota do turismo gastronômico.

Critérios de votação:

A avaliação dos estabelecimentos foi realizada por meio de cédulas de votação, entregues aos clientes quando pediam a conta, após terem consumido o petisco do festival. O público atribuiu notas para cada um dos estabelecimento nos seguintes atributos:

1 – Petisco (peso 50%);

2 – Atendimento (peso 20%);

3 – Temperatura da bebida (peso 15%);

4 – Higiene do local (peso 15%).

Além da votação popular, dois jurados técnicos – que são profissionais de gastronomia convidados pela organização – visitaram anonimamente cada um dos estabelecimentos e deram suas notas seguindo os mesmos critérios da votação popular.

Cálculo das notas

Média das notas do Votos dos Clientes + Média das notas dos 2 jurados técnico = Nota final.

Para definir os vencedores nas duas categorias, a organização adotou a seguinte metodologia: a nota final será a média das notas da votação popular, mais médias da votação dos jurados, dividido por 2.

Regras da votação

– Para a chegar na nota da categoria Melhor Estabelecimento – foram jugados 4 quesitos, com pesos diferentes: 50% para o petisco, 20% para Atendimento, 15% para Higiene e 15% para bebida gelada. Após faz-se a média da votação popular + médias da votação dos jurados dividido por 2 para chegar-se média final da categoria;

– Para chegar a nota da categoria Melhor Prato – Considerou-se apenas a nota do Petisco. Média da votação popular + médias da votação dos jurados dividido por 2 – média final da categoria;

Por: Diego Camilo

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO